Ecoturismo, turismo responsável e turismo sustentável

Ecoturismo

Uma atividade que influencia diretamente no desgaste dos recursos naturais é o turismo, que faz da natureza pontos turísticos e exige construções de infra- estruturas para receber os visitantes. Por conta disso nos últimos anos surgiram propostas para amenizar esses impactos, de maneira a conciliar a preservação da natureza com a expansão do turismo. Com isso, algumas confusões acerca do conceito de Ecoturismo, turismo responsável e turismo sustentável são feitas. No post de hoje esclareceremos algumas!

Hoje em dia vivemos em meio às poluições, utilizamos os recursos naturais para atender nossas necessidades e na maioria das vezes nem nos damos conta do que estamos fazendo ao meio ambiente. Dentro de um planeta que convive cada vez mais com questões graves que impedem o desenvolvimento sustentável, o turismo responsável atua como potencial solução para estas e outras urgências.

Por isso o turismo responsável busca uma realização segundo os princípios da justiça social e econômica, com pleno respeito ao ambiente e às culturas do local. Ele reconhece o papel central da comunidade local receptora e o seu direito de ser protagonista no desenvolvimento do turismo sustentável, além de ser socialmente responsável de seu próprio território.

O Ecoturismo pode ser considerado como um segmento do turismo, enquanto o turismo sustentável se aplica a todos os seguimentos do mesmo. O ecoturismo caracteriza-se fundamentalmente em dois pilares da sustentabilidade – o ambiental e o econômico, carregando como premissas o cultural e o político no sentido da complementaridade.

Já o Turismo Sustentável confere a cada um desses aspectos a mesma intensidade e engloba todos os seguimentos da cadeia de turismo.

Aliando ecoturismo ao turismo sustentável

Vários empreendimentos turísticos e as agências de viagem dizem que estão promovendo ‘ecoturismo’, mas na realidade, apenas estimulam o contato com a natureza e nada mais. Portanto, na próxima vez que for viajar fique ligado(a) e procure saber se o local em que você irá se hospedar ou a empresa que promove passeios turísticos, realmente adotam posturas e atitudes sustentáveis, ou se estão apenas visando o lucro.

Durante caminhadas, entenda que o único rastro que um turista deve deixar na natureza são suas pegadas. Colabore com a preservação ambiental. Respeitar a flora e a fauna significa manter o local intacto, preservando suas condições naturais e causando o menor impacto possível à natureza.

Caminhe sempre com um guia da região, que conheça muito bem as trilhas exploradas, não só para evitar a destruição de determinados locais virgens, mas também para sua própria segurança. Deixe os locais como você os encontrou: da natureza, leve apenas fotos e boas recordações.

Para os amantes do camping, vale lembrar que turista consciente só acampa em locais permitidos: Não retire a vegetação para montar sua barraca!

É importante também racionalizar o consumo de água e energia. Nos hotéis, reutilize toalhas e roupas de cama, dispensando a troca diária. Apague as luzes e desligue o ar condicionado e outros aparelhos elétricos antes de sair do quarto.

Por fim, respeite os direitos humanos e incentive a economia local! Informe-se sobre os hábitos da região para não cometer desrespeito aos cidadãos. Fortaleça a identidade local adquirindo serviços, produtos e artesanato. Além das suas lembranças serem especiais, os souvenires serão peças únicas e cheios de história para contar!

Árvore de Fuxico - Rede Asta

Árvore de Fuxico – Rede Asta

Comprar

Não existe comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *