Educação ambiental: princípios e práticas

Educação ambiental

Nos últimos tempos, muito tem se falado sobre consciência ecológica, sustentabilidade e outros termos que servem para trazer a questão da preocupação com o meio ambiente ao nosso redor. Junto com toda essa movimentação, a educação ambiental surgiu para que a mensagem seja transmitida de forma correta e eficaz desde o começo.

A Educação Ambiental nada mais é do que uma maneira de gerar mais consciência ecológica nos seres humanos, visto que nosso meio ambiente pede por ajuda cada vez mais. A preocupação principal é contribuir para mais oportunidades de conhecimento sobre as mudanças de comportamento que podem afetar a natureza.

Segundo o art. 2º das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Ambiental, “a educação ambiental é uma dimensão da educação, é atividade intencional da prática social, que devem imprimir ao desenvolvimento individual um caráter social em sua relação com a natureza e com os outros seres humanos, visando potencializar essa atividade humana com a finalidade de torná-la plena de prática social e de ética ambiental.”

Assim como em outros segmentos, a educação ambiental deve ser inserida desde cedo sempre que possível, seja em escolas, em cursos, colégios, oficinas e principalmente em casa, na maneira como as famílias criam seus filhos.

Educação ambiental e sua prática

A melhor forma de realizar um trabalho de educação ambiental é sem dúvida algo em conjunto entre a família e a escola. A criança desde nova deve aprender a cuidar da natureza, sempre sendo lembrada da importância da conscientização e do cuidado com o ambiente natural que nos cerca.

Na escola, o professor pode incluir tópicos e hábitos na rotina do aluno, além de criar atividades extracurriculares como leitura, pesquisas e debates. Dessa forma, todo o pensamento necessário para a conscientização será construído e propagado.

A educação mais do que nunca precisa estar atenta à estes tópicos, pois a grande riqueza da sociedade está justamente nesta consciência de como nossos hábitos afetam o local onde vivemos antes mesmo de outros preocupações comuns nas grades curriculares.

O trabalho em conjunto, sem deixar tópicos importantes para trás, deve ser uma realidade presente em qualquer sistema educacional.

Uma linha de ação para a educação ambiental foi apresentada na carta de Belgrado, de 1975, apud Rebollo (2001) e nela encontramos os seguintes tópicos:

  1. a) conscientizar os cidadãos de todo mundo sobre o problema ambiental;
  2. b) disponibilizar o acesso a conhecimentos específicos sobre o meio ambiente;
  3. c) promover atitudes para a preservação ambiental;
  4. d) desenvolver habilidades específicas para ações ambientais;
  5. e) criar uma capacidade de avaliação das ações e programas implantados;
  6. f) promover a participação de todos na solução dos problemas ambientais.

Aproveite para buscar mais conhecimento e contribua para um mundo melhor, educado e evoluído!

Árvore de Fuxico - Rede Asta

Árvore de Fuxico – Rede Asta

Não existe comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *