Educação infantil: a base de um futuro melhor

Educação infantil

Gloriosos e Gloriosas, amanhã dia 12, comemoramos o Dia das Crianças. E nesses tempos tão conturbados, quero propor um pensamento sobre a educação que nos constrói e nos estrutura para toda vida, especialmente a educação infantil.

Sempre volto à minha infância, com tudo o que teve de bom e de ruim. Muito além dos “não” que meus pais, irmã e minha amada avó Deolinda diziam, percebo que seus exemplos diante das contrariedades, das injustiças e adversidades são os parâmetros que atuam em minha maneira de lidar com a vida.

Jamais os vi falando mal de alguém; nunca ouvi xingamentos entre eles, nem para mim; um pedido de maneira nenhuma ficava sem o “por favor” e o recebimento do que quer que fosse, sempre com o “obrigado”.

Minha irmã, Linda, entendia minha curiosidade por suas maquiagens e me repreendia quando eu usava seus esmaltes sem permissão. Com eles aprendi sobre compaixão, buscando ser tolerante com erros (meus e dos outros) e tentando sempre tirar ensinamentos disso.

Cada um: pai, mãe, avós, tios, irmãos, tem uma enorme influência ao conviver com uma criança, ajudando na construção de sua personalidade e seu caráter durante a educação infantil. O diálogo honesto também fortalece a responsabilidade da criança dentro desse núcleo.

Lembro muito de observar meus pais. De repente, começavam a cantar ou dançar, sem nenhum motivo aparente. Hoje entendo que era a maneira que suas personalidades lúdicas encontravam para resgatá-los da pressão diária de viver em uma ditadura militar. Assim, a música permeava nossa vida e o senso de humor de minha avó estava sempre presente, transformando a rotina em risadas e acolhimento.

Na educação infantil, educar também significa dizer “não”

Os limites são necessários para a construção do ser. Educar uma criança com princípios, valores e atitudes corretas é dizer “não” quando preciso. Vejam que interessante esse vídeo da neurocientista Suzana Herculano-Houzel, explicando como funciona o cérebro de uma criança em relação aos “não”, ensinando técnicas para melhorar essa comunicação na educação infantil.

“Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua própria produção ou a sua construção” Paulo Freire – escritor.

Vamos juntos nessa aventura que a vida nos propõe: aprender e ensinar, constantemente?

Beijos,

Estojo Jeans Bordado - Rede Asta

Estojo Jeans Bordado – Rede Asta

Comprar

Não existe comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *