Estratégias de sobrevivência à radiação solar

Radiação solar

Pegar sol é uma prática saudável e milenar. Além de ser agradável, o sol contribui para uma melhor imunidade e ajuda na prevenção de doenças, devido a sua ligação com a vitamina D. No entanto, é preciso atenção no excesso da radiação solar desde pequenos para evitar problemas graves no futuro.

No Brasil contamos com um clima tropical e sempre fomos acostumados a pegar muito sol e a aproveitar o verão em lugares com praia, piscina ou cachoeira. Essa realidade pode ficar ainda melhor se nos preocuparmos com a prevenção de doenças de pele através da conscientização e dos hábitos de proteção diários.

Nossa dica de hoje é para quem ama o sol, mas deseja driblar os raios UVA e UVB bem como seus malefícios para a saúde. Antes de mais nada, acrescente um dermatologista à sua lista de check up anual. Este médico vai acompanhar suas manchas e sinais, garantindo assim maior prevenção de doenças.

Radiação solar: principais diferenças entre raios UVA e UVB

Para quem não sabe, estes dois tipos de raios responsáveis pelo estrago em nossa pele possuem variações e interferem até na cor do bronzeado. Quando o aspecto pós sol é de vermelhidão, é um sinal de que a pele foi atingida pelos raios UVB, que atingem apenas a camada mais superficial da pele.

Em Santos (litoral de São Paulo), por exemplo, a maioria das pessoas costuma ficar vermelha depois da exposição solar.

Quem fica mais moreno, é sinal de que o raio UVA foi o responsável. O raio UVA, que tem a capacidade de ultrapassar nuvens, atinge a derme, camada mais profunda da pele. Portanto, mesmo em dias nublados e cinzentos, ele está lá, não só trazendo riscos de câncer de pele, como também envelhecimento precoce e manchas.

Estratégias de sobrevivência no verão

– Para aproveitar um dia ensolarado ou até mesmo para sair de casa no dia a dia, a regra é clara: use protetor solar com FPS de 30 para cima e reaplique sempre que lembrar. Não se deixe levar pelo impulso de não usar protetor solar se tiver pele oleosa, na enganosa esperança de as espinhas “secarem” no sol. Use filtros solares oil free e evite irritações ainda maiores para sua pele.

– Evite fazer tratamentos com laser e produtos químicos durante o verão, porque estes tratamentos podem danificar a pele bronzeada e causar manchas difíceis de remover. A melhor época para fazer estes tratamentos é durante o outono e o inverno, quando a temperatura está mais amena e o sol menos forte.

– Outro cuidado importante é fazer esfoliação da pele, principalmente no rosto e nos pés, 1 vez por semana para eliminar as células mortas e renovar a pele. Confira as dicas da Gloria para fazer um esfoliante natural e milagroso!

– O horário mais seguro para o sol é antes das 10h e depois das 16h. Esse momento é o mais bonito, inclusive, deixando a luz mais agradável, amena e livre de riscos maiores causados pela radiação solar.

– Outra dica é utilizar uma camisa de manga longa com proteção UV. Hoje em dia existem opções estilosas que ficam super bonitas com biquíni e vão te proteger da radiação solar.

 

Proteja-se e divirta-se!

Sandália Feminina Green Flip Flop

Sandália Feminina Green Flip Flop

Comprar

Não existe comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *