Exercícios na infância: façam as crianças se mexerem!

Exercícios

Os exercícios físicos são muito importantes em todas as etapas da vida de uma pessoa. Desde a infância o corpo precisa estar em movimentação constante, seja nas brincadeiras do dia a dia ou nas atividades físicas de fato. Estimular seu filho a se exercitar é uma garantia para que ele tenha um futuro mais saudável e feliz.

A aprendizagem na educação infantil se dá de diversas formas, tanto nas atividades lúdicas e didáticas, mas também através das atividades físicas. Por isso é importante que os pais, além de estimularem a prática de exercícios, procurem também se engajar na rotina das crianças, tornando esse momento algo único e especial. Dessa maneira podem estreitar os laços de amizade e, de quebra, criam uma rotina saudável!

“A mente não seria o que é se não existisse uma interação entre o corpo e o cérebro durante o processo evolutivo, o desenvolvimento individual e a interação com o ambiente” Antônio Demásio – Médico Neurologista.

A infância e os exercícios físicos

Eu, bailarina!

Eu, bailarina!

Nos primeiros anos de idade em creches ou escolas, a criança experimenta a interação com as outras. Os estímulos que lá elas recebem, ajudam na socialização, aprimorando seu senso de espaço e suas limitações.

O esporte é bem importante nesse início da vida, já que os exercícios auxiliam na coordenação motora, nas habilidades comportamentais e expressivas.

A coordenação motora é importante para a força, o equilíbrio e a flexibilidade. Além de ser primordial para a coordenação fina, que ajuda no ato de escrever, para a coordenação ampla que é ligada aos movimentos que o ser humano faz e também à lateralidade, que consiste na habilidade de utilizar os dois lados do corpo.

As habilidades comportamentais ajudam na desinibição, na socialização, nos conceitos de saúde e nas vivências emocionais. E as habilidades expressivas colaboram para a fluência verbal, para o ritmo, a expressão dramática, a dicção e a destreza manual.

O corpo deve estar sempre em movimento

Hoje em dia as brincadeiras físicas acabaram quase que totalmente, tendo sido substituídas por jogos eletrônicos, em sua maioria individuais e que desestimulam a interação social. Além disso, contribuem para o sedentarismo precoce e para problemas maiores como a obesidade infantil, que vem crescendo de forma assustadora no Brasil.

Além de ter praticado vôlei e atletismo na escola e ter tido a sorte de poder jogar muitas partidas de Queimada na rua, iniciei no ballet clássico aos oito anos. Depois aprendi as bases do sapateado espanhol e americano, encerrando com o jazz em minha adolescência.

Nessa série de vídeos que iniciamos hoje, a minha amiga e fisioterapeuta Dra. Carla Folly apresenta um pouco da aula em conjunto que deu para mim e pro Bento. Nesse primeiro capítulo, aprendemos sobre os movimentos em deslocamento!

Em “Memorial de Maria Moura”.

A profissão me levou ao aprendizado de alguns esportes também, como a equitação e a natação.

O Kickboxing, a Yoga o Thai Chi Chuan também foram práticas que mantive durante algum tempo. Desde os 25 anos frequento academias, dependendo da disponibilidade que a agenda me permite.

A verdade é que a prática de qualquer atividade física libera endorfina, aumentando nossa energia e a sensação de alegria. Isso me faz seguir nessa rotina, em busca de uma velhice saudável!

Durante esse mês vou compartilhar com vocês diversas atividades físicas, algumas conhecidas e outras inovadoras, que podemos praticar ao longo da vida.

Aguardem!

Beijos,

 

 

 

 

Colar Energia Aberta Bemglô

Colar Energia Aberta Bemglô

Comprar

 

Não existe comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *