Família, o nosso amor verdadeiro!

Família amor verdadeiro

Em família, aprendemos as maneiras para nos relacionarmos com o mundo exterior. Criamos autoconfiança ao recebermos suporte emocional para lidar com nossas alegrias e nossos desejos, dividir os medos e as angústias; é onde podemos construir nossa noção de ética, sendo apoiados com respeito e carinho para vivermos em harmonia, socialmente.

A relação da família no mundo moderno

A família se modificou muito nas últimas décadas, seja pelos novos modelos familiares, pelo papel de cada indivíduo dentro dela ou também pelo isolamento causado pela invasão de tecnologias nas rotinas de cada um.

Os encontros físicos, reais, acabam se tornando pontuais, o que impede muitas vezes pais, filhos e irmãos de manterem uma relação próxima e de acharem tempo para discutir temas importantes. Com o pouco tempo disponível, começamos a evitar certos assuntos que podem trazer algum desconforto e acabamos por nos afastar.

Pessoalmente, procuro fazer dos momentos em família, os mais agradáveis, mas sempre incentivo a oportunidade para termos conversas relevantes para a nossa “tribo”.

É o núcleo da família que nos dá o alicerce para o crescimento e desenvolvimento de nossa personalidade e capacidades. É ali que acontece a primeira noção de fraternidade que, se for bem plantada, levaremos para sempre em nossas vidas.

Porém, nem sempre as relações com quem amamos são fáceis. Como mostra o filme Divertidamente, os sentimentos e emoções se apoderam de nossas mentes e então precisamos usar a inteligência emocional para tomar as melhores decisões. Essa é uma tarefa diária que precisamos desenvolver para lidar melhor com pessoas e situações próximas.

Reconhecendo as nossas emoções, podemos direcioná-las de maneira que sejam úteis para o convívio de maneira geral. Fortalecer valores como respeito, compaixão e humildade é contribuir para o crescimento um do outro, através de relações pessoais positivas, dentro desse microcosmo que é a família.

“O significado das coisas não está nas coisas em si, mas sim em nossa atitude com relação a elas. “Antonie de Saint-Éxupery

No próximo mês vamos falar sobre terapias alternativas, como podemos viver uma vida melhor de inúmeras formas.

Beijos,

Reprodução Coração 3 de Thamy Albrecht

Reprodução Coração 3 de Thamy Albrecht

Comprar

Não existe comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *