Ioga e a busca pelo fim da ansiedade

Ioga

Não conseguir parar nem por um minuto, mesmo quando o corpo não está em movimento, é considerado um quadro de ansiedade. A mente não desacelera, os pensamentos e preocupações vão tomando conta sem dar descanso e a sensação que temos é de que estamos cada vez mais sufocados dentro de nós mesmos. Para enfrentar esse problema comum à sociedade moderna os médicos a cada dia mais estão recomendando terapias alternativas, como por exemplo a Ioga.

Imagine-se em um ambiente calmo, com música tranquila e uma voz serena ao fundo. Pernas e braços cansados das atividades diárias dão lugar a movimentos suaves, que permitem um relaxamento do corpo e tranquilidade mental. A descrição é de apenas um momento da prática da Ioga, que procuram alcançar o reequilíbrio mental e físico.

Um dos principais trabalhos da Ioga consiste em utilizar aquilo que é inerente a todo ser humano: o seu corpo físico e a respiração. Esses dois elementos são trabalhados como porta de entrada para uma intervenção prática e sistemática que atua nos mais diversos níveis da consciência. Em função disso, a prática da Ioga é extremamente benéfica para casos que envolvam qualquer desequilíbrio mental ou emocional, pois o caminho que leva à clareza da percepção e à felicidade também passa pela harmonização e equilíbrio pessoal.

A prática da Ioga consiste no aprendizado sobre asanas (posturas corporais), pranayamas (técnicas de respiração), meditação e filosofia sobre o Ioga antigo. A compreensão destes conceitos ajudam diversas pessoas com ansiedade a se recuperarem e enfrentarem a vida com nova positividade e força.

Asanas: posturas corporais da Ioga

Asana refere-se a uma postura que dá conforto físico e compostura mental. As asanas afetam as glândulas, os nervos, os músculos e todos os órgãos do corpo humano. Existem muitos benefícios físicos, mas o efeito mais proeminente é o efeito mental.

Separamos algumas asanas que podem ajudar a liberar a tensão, a negatividade e a ansiedade do seu sistema nervoso:

Dhanurasana (postura do arco)

Matsyasana (postura do peixe)

Marjariasana (alongamento do gato)

Adhomukha Shwanasana (postura do cachorro)

É importantíssimo entender que a Ioga, contudo, não é um exercício que você pode praticar como se estivesse em uma academia. Existe uma necessidade de conexão interior consigo mesmo, o que significa que você precisa se envolver por completo com o que você está fazendo, com o máximo de atenção possível na sua respiração, na posição que está sendo praticada, no movimento em si e no relaxamento de todo o seu organismo.

Conhecer e aplicar o conhecimento da Ioga antiga na vida cotidiana, que fala sobre alguns princípios simples e ao mesmo tempo profundos, pode ser o segredo para uma vida saudável, cheia de energia e feliz, livre da ansiedade e do estresse!

Colar Energia Aberta Bemglô

Colar Energia Aberta Bemglô

Comprar

Não existe comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *