Tipos de tecido tóxicos para o nosso corpo

tipos de tecido

Limpar as nossas cozinhas, nécessaires de maquiagem e os armários de produtos com toxinas ruins para o corpo abriu nossos olhos para muitas das formas em que somos inadvertidamente expostos a agentes cancerígenos diariamente. Desde produtos de limpeza até perfumes e cuidados pessoais. E, como resultado, acaba que também precisamos olhar dentro de nossos armários de roupas. Existem tipos de tecido que não são seguros para os nossos corpos e que precisamos estar atentos para não incluir nas nossas rotinas.

Esse é um problema não tão pequeno assim: os fabricantes de roupas embalam seus produtos em produtos químicos tóxicos sérios em vários estágios diferentes, desde tecidos coloridos até peças de acabamento. Isso tudo sem levar em conta o impacto ambiental significativo ou o custo humano dos trabalhadores mal pagos nas fábricas onde a maioria das roupas é feita. A natureza sistêmica das toxinas na roupa geralmente significa que tentar lavá-las das roupas que compramos é como tentar “lavar” os pesticidas de morangos convencionalmente cultivados: bem difícil.

Quais os tipos de tecido que devemos evitar?

Tipos de tecido sintéticos, como toalhas, camisas, roupa de cama, roupas íntimas e etc; são tratados com produtos químicos, durante e após o processamento. Estes produtos químicos não só vazam para o meio ambiente, deixando um impacto sobre as águas subterrâneas, fauna, ar e solo, como também podem ser absorvidos ou inalados diretamente.

Os produtos químicos que a WWF – organização não-governamental internacional que atua na área ambiental- vem alertando sobre o perigo que causam, como os perfluorados (PFCs), que incluem o aditivo antiaderente Teflon (DuPont) e são compostos cancerígenos. Estes produtos químicos são cada vez mais aditivados às roupas; para que durem mais tempo e torná-los sem rugas. A maioria das roupas rotuladas de “não passar o ferro” contém PFCs.

Existem outros produtos que são utilizados em nossas roupas, como o formaldeído, que é muitas vezes aplicado para evitar o encolhimento. Como ele é aplicado com calor, ele fica preso de forma permanente na fibra. Existem também os corantes Petroquímicos, que poluem cursos d’água, que são usados para dar cor.

Nylon e poliéster são tipos de tecido que são feitos a partir de produtos petroquímicos, cuja produção gera óxido nitroso, um gás de estufa que é 310 vezes mais potente do que o dióxido de carbono. Vestuário e tecido tratados com produtos químicos retardantes de chama, como pijamas das crianças, emitem gás formaldeído.

Como escolher as marcas de roupa?

Consulte os sites da respectiva marca para entender suas políticas químicas. Este ano, por exemplo, a empresa americana Target lançou uma política de redução de produtos químicos com o objetivo de transparência total dos ingredientes (incluindo fragrâncias) para beleza e produtos de limpeza até 2020; até 2022 removerão PFCs e retardadores de chama em suas linhas de produtos.

Outras marcas orientadas por missão que são muito ativas na busca de práticas de fabricação mais seguras e éticas incluem Outerknown, Stella McCartney (ambas marcas Kering), Patagonia, Mara Hoffman, Eileen Fisher, Prana e Coyuchi. As empresas verdadeiramente transparentes tornarão suas estratégias de fibra e química facilmente disponíveis em seus sites.

Camiseta Feminina Eu Curti, Bacana Bemglô

Camiseta Feminina Eu Curti, Bacana Bemglô

Comprar

Não existe comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *