Alfabetização Ecológica

alfabetização ecológica

Torna-se cada dia mais importante abordar com os pequenos o tema da sustentabilidade.  Nosso meio ambiente precisa de pessoas mais engajadas na luta pela sua proteção, assim como também precisamos nós mesmos propagar boas atitudes e ideias. E por isso, a educação ecológica é um tema que vem se difundindo mais e mais no meio da educação, e é uma excelente ferramenta para que todos nós possamos estudar mais e aprimorar os nossos hábitos, bem como passá-los adiante. Para ajudar nesta tarefa, alguns renomados estudiosos e escritores se reuniram para criar um livro que ensinasse um pouco mais sobre esse assunto: Alfabetização Ecológica- A Educação Das Crianças Para Um Mundo Sustentável.

Livro: Alfabetização Ecológica- A Educação Das Crianças Para Um Mundo Sustentável.

Com contribuições de renomados escritores e educadores, como Fritjof Capra, Wendell Berry e Michael Ableman, Alfabetização Ecológica reúne teoria e prática com base no que existe de mais avançado em termos de pensamento sistêmico, ecologia e educação. Nele, explica-se um pouco da base dessa pedagogia, que consiste no entendimento de como os ecossistemas sustentam a rede da vida, de modo que possamos, assim, conceber comunidades humanas sustentáveis.

O conceito de “alfabetização ecológica” é inspirado nas teorias de Fritjof Capra e de outros líderes do Center for Ecoliteracy (CEL) – Centro de Ecoalfabetização –, localizado em Berkeley, na Califórnia. O CEL é uma fundação pública que apoia organizações educacionais e comunidades de aprendizado em escolas que, no Brasil, correspondem ao Ensino Fundamental, promovendo a educação para a sustentabilidade. Inclusive, nos últimos anos, eles desenvolveram uma pedagogia de “educação para a vida sustentável” em escolas dos Estados Unidos, que tem por base os preceitos da Alfabetização Ecológica.

Alguns conceitos da Alfabetização Ecológica

Um dos grandes argumentos do livro é a necessidade de conexão real entre natureza e crianças. Podemos ensinar comentar e teorizar absolutamente tudo, mas o contato com a natureza, plantando, cozinhando e comendo – essa é a ecologia que chega ao coração das crianças e essa experiência vai continuar com elas pelo resto da vida.

Além disso, o ensino não acontece de cima para baixo, mas exige uma troca cíclica de informações. O foco está na aprendizagem e todos integrantes do sistema educacional são ao mesmo tempo mestres e aprendizes. Nas escolas, a alfabetização ecológica deve valorizar a aprendizagem baseada em projetos, como, por exemplo, em uma horta escolar ou um projeto de recuperação de um curso d’ água. O mesmo vale para casa: atividades como plantar, reciclar e reaproveitar são sempre os melhores caminhos, tanto para um ensino eficaz como para um estilo de vida mais saudável.

Pais e educadores de todas as partes do mundo interessados no desenvolvimento de novas formas de ensino e na ampliação dos conhecimentos ecológicos das crianças vão encontrar neste livro uma fonte inestimável de ideias. Ele visa, como escreveu David W. Orr em seu Prólogo, “uma transformação mais profunda no conteúdo, no processo e no alcance da educação em todos os níveis”, e por isso é uma leitura indispensável!

A nossa capacidade de compreender os princípios básicos da ecologia e viver de acordo com eles é algo que transcende todas as diferenças que porventura ainda existem em nossa sociedade. A Terra é nosso lar comum e criar um mundo sustentável para nossas crianças e para as futuras gerações é uma tarefa para todos nós. Vamos juntxs!

Não existe comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux