Alimentação preventiva: aprendendo a ser mais saudável

alimentação preventiva

Sabemos muito bem que manter uma dieta equilibrada e saudável não é tarefa fácil. Mas vale muito a pena, pois ela é a chave para mantermos, não só nosso corpo, mas nosso organismo funcionando corretamente. Para isso contamos com algumas estratégias, como a alimentação preventiva.

Uma edição da famosa revista científica “Science” fez um estudo e concluiu que a maioria das pessoas que vivem em países industrializados têm uma dieta deficiente em micronutrientes – vitaminas e minerais – apesar de serem bastante variadas e ricas em calorias. Ainda segundo o estudo, nos países em desenvolvimento a dieta da maioria de sua população não apresenta uma quantidade minimamente satisfatória de macronutrientes – carboidratos, gorduras e proteínas – além dos micronutrientes.

Logo, é essencial que saibamos mais sobre como podemos manter um hábito alimentar melhor e equilibrado sem recorrer a dietas malucas e muito restritivas. Para isso, o conceito da alimentação preventiva se faz necessário.

Como realizar uma alimentação preventiva

Comendo comida de verdade. Esse é o primeiro ponto. Grande parte das pessoas tem uma alimentação extremamente industrializada e refinada. Privilegiar a alimentação in natura é a base para que nosso corpo funcione em harmonia!

Além disso, é importante privilegiar a alimentação orgânica. Os agrotóxicos presentes nos alimentos são extremamente prejudiciais à nossa saúde. O que nos leva a outro ponto importante: a necessidade de eliminar ao máximo os poluentes ambientais: Plásticos, metais tóxicos, aditivos químicos.

Procure também pesquisar sobre o que você ingere. Além dos citados macronutrientes, vitaminas e minerais, outras substâncias vêm recebendo cada vez mais atenção de pesquisadores e nutricionistas: é o caso das fitossubstâncias.

Como o nome indica, as fitossubstâncias são provenientes das plantas e, embora não possuam valor nutricional, são bastante úteis no combate a doenças (no caso da quinina) e o envelhecimento, além de funcionar como antioxidantes.

O bom é que elas são muito fáceis de serem encontradas. Alimentos como cebola, alho, brócolis, repolho, couve-flor, soja, frutas diversas, feijão, grãos e legumes são ricos em fitossubstâncias. Ou seja, você encontra essas substâncias em quase todos os alimentos que existem!

Não esqueça também de comer um pouco de cada grupo alimentar. Carboidratos, verduras e legumes, frutas, carnes, ovos e grãos, etc. Não se preocupe muito em restringir algum deles (nada de dietas extremas sem necessidade!). Busque sempre equilibrar cada grupo e comer sempre com moderação. Dessa forma, você se manterá sempre saudável, prevenindo doenças e cuidando do seu organismo e também da estética do seu corpo com uma alimentação preventiva.

 

Livro O homem, a Mulher e o Tempo

Livro O homem, a Mulher e o Tempo

Comprar

2 Comments

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux