áries: o heroi número 1

em áries nasce o ser humano. é no signo de áries que encontramos o arquétipo do bebê
recém-nascido, recém-saído, como vimos, das águas gestacionais de peixes — em áries
identificamos o princípio da agressividade, justamente associada ao bebê em processo de
nascimento. um bebê é em si agressivo, pois ele precisa rasgar, romper, sangrar, assim
como o princípio viril, masculino e autoconectado do signo de áries.

áries é um signo de elemento fogo, mais precisamente o primeiro deles, o fogo cardeal, que
abre toda uma temporada zodiacal, inaugurando a sequência dos doze signos: áries é o
primeiro deles, o tal do número 1. e quem mais é o número 1 se não o mais valente, o mais
corajoso e destemido: o heroi.

quem de nós já passou pela noite escura da alma? momentos em que somos convidados a
nos aventurar, a sair de nossa zona de segurança e atravessar um mar de situações,
emoções, processos que vão nos levar ao outro lado de nós mesmos. estes processos
invocam a nossa heroína, o arquétipo do nosso heroi, o signo de áries que habita em nós.
áries é destemido, provocador, líder, direto e inquieto ao mesmo tempo em que ao signo de
áries estão associadas características, como inocência e transparência: como o guerreiro
bélico e agressivo pode ser inocente e transparente? justamente, o fogo de áries é intenso
apaixonado e imediatista, assim como muito exposto: suas reações são vistas por todos,
pois o sangue sobe à cabeça com muita rapidez, o que os confere a virtude da
transparência.

são jovens impetuosos para toda a vida, a juventude está ao lado das arianas, mulheres
líderes e inventivas, buscadoras de si mesmas e fortes por natureza, a força está associada
ao signo de áries, assim como a potência: para criar e para destruir.

o tempo de áries é o: agora; a impulsividade e a hora da destruição. “vamos? vamos!” muito
decididos pelo impulso do momento, pela empolgação do agora: o signo de áries vai, ainda
que mude de ideia algumas vezes, pois o fogo pode diminuir um pouco durante o caminho.

áries é simbolizado pelo fogo de palha, aquele fogo que dura pouco: justamente por isso os
conhecemos como pessoas com o metabolismo muito rápido e que não engolem a
agressividade: se uma ariana não expressa as próprias vontades, não diz o famoso ‘não’, é
importante avaliar o que está sendo oculto e por quê: pois para algum lado a agressividade
ser encaminhada: seja pela arte, pela música, pelas lágrimas, pelo canto, pela escrita.

“Temos a arte para não morrer da verdade.”
Friedrich Nietzsche

o signo de áries está associado aos grandes guerreiros, às guerras e disputas de poder:
trata-se de um signo que alterna a iminência da morte e a recém-chegada vida: por isso
carrega em si os dons de iniciar e de romper à mesma proporção.

o signo de áries é associado à figura do carneiro:

O carneiro tem uma natureza impulsiva, age primeiro e pensa depois. O carneiro é um ser avistado,
ele reage primeiro e não pergunta, a reflexão vem mais tarde.

a cabeça é associada ao signo de áries:
simbolizando aqueles que vão de cabeça.

também a cabeça simboliza as ideias fixas, a cabeça dura e a autoridade: pessoas de fortes
ideias e personalidade delineada com contornos mais rígidos.

atenção: quando falamos nos signos não estamos nos referindo somente àquelas que têm o
signo de áries em um dos pilares astrológicos importantes, como sol ou lua, e sim nos
referimos à busca sobre descobrir em qual parte do seu mapa se encontra o signo de áries:
em qual das doze casas astrológicas você vive a agressividade e aceita se renovar com
frequência?

Não existe comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux