A Arte de Viver

Recentemente ganhei um livro que tem tudo a ver com o que a gente conversa aqui na Bemglô: A Arte de Viver, do filósofo Epicteto. A leitura é tão gostosa que eu não poderia deixar de compartilhar com vocês.

Epicteto foi escravo a acabou se tornando um filósofo muito importante que buscava compreender como valorizar as nossas virtudes e como viver sendo pessoas do bem. Ele não deixou muita coisa escrita, na verdade. Mas seu discípulo Lúcio Flávio Arriano, um historiador da Roma Antiga, compilou seus ensinamentos nesse verdadeiro manual da felicidade.

Como viver uma vida plena? Como ser feliz? Como ser uma pessoa com boa moral? Essas são algumas questões que embasaram o pensamento de Epicteto e deveriam também guiar o nosso. Ele diz, por exemplo, que a felicidade é um verbo, que a “nossa vida é construída a cada momento e tem utilidade para nós e para as pessoas que tocamos”. A felicidade realmente está nessa troca com as pessoas, nesse movimento do bem que a gente faz aqui na Bemglô, por exemplo.

Ele diz que a nossa maneira de olhar as coisas é o ponto principal. E o que a gente compreende enquanto lê é que ter uma boa vida, cheia de felicidade e bondade, só depende da gente: “a bondade é a prática e a própria recompensa”. Ou seja, fazer o bem já nos basta. Quando apoiamos boas causas e tratamos o próximo com afeto, a sensação de bondade se espalha e isso nos faz feliz. Ele também fala bastante sobre caráter e princípios, e como a gente pode (e deve na verdade) avaliar sempre as nossas atitudes para ser alguém melhor. Para os outros e para nós mesmos. Segundo ele, “devemos afinar nosso caráter como se fossem as cordas de um instrumento”. Tão bonito e tão simples!

Viver é ser quem você quiser ser

O objetivo deste livro é nos ensinar a traçar um caminho para a felicidade. São mais de 50 capítulos com pensamentos que vão nos ajudar nessa trajetória. A gente aprende sobre paz de espírito, sobre calma, sobre como construir quem nós queremos ser. Se não estamos satisfeitos com o rumo que a nossa vida tem levado, nós podemos mudar. Por isso Epicteto fala que “a felicidade nasce do empenho em nosso aprimoramento pessoal”; que somos pessoas em constante evolução e que devemos contemplar a vida com frescor.

É claro que a vida tem seus revezes e isso não significa que não teremos mais dias ruins, mas tudo isso faz parte da caminhada. O importante é focar mais nas soluções do que nas dificuldades. E confiar que os bons princípios serão o nosso escudo diante das adversidades.

O que falta para sermos a pessoa que queremos ser? Pensando nisso finalizo com essa citação:

“Ponha seus princípios em prática agora. Determine seus princípios e submeta-se a eles como leis. Chega de desculpas e adiamento. Desse momento em diante, jure que vai parar de decepcionar-se consigo mesmo. Decida ser uma pessoa extraordinária e faça o que for preciso para sê-lo agora!”

 

 

 

 

Marcador de Páginas com Lápis - Rede Asta

Marcador de Páginas com Lápis – Rede Asta

Comprar

Não existe comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux