Arquivos de Autor: Mateus Cabot

Capricórnio: a solidão da montanha

Quando atingimos o ponto máximo do céu, chegamos em capricórnio. Ponto conhecido como zênite ou meio do céu (vale a leitura do que já estudamos sobre o MC). Capricórnio é ancião, heremita, distante e solitário. Associado à cabra da montanha: focada e literal que segue seu rumo vertical em direção ao topo. Símbolo de determinação, persistência e longevidade: capricórnio sobe em direção à realização de...

Futuro é Indígena

Salve, glorioses. Chegamos à última Quarta Gloriosa de 2020, um ano de desafios mas também aprendizados.  Começamos com a missão de compartilhar a trajetória daqueles que dão rosto à luta indígena brasileira, e em 1 de janeiro saudamos Cacique Raoni Metukire no Dia Mundial da Paz.  Nesses 12 meses, também saudamos as ideias para adiar o fim do mundo propostas por Ailton Krenak, a voz adolescente da Amazônia que...

A Grande Mutação

Hoje, dia 21 de dezembro, não é um dia qualquer. Além de ser o dia mais longo do ano, o solstício de verão, é o dia que também acontece a conjunção de dois titãs, Júpiter e Saturno, dois planetas cujo último encontro aconteceu há 20 anos no signo de Touro, do elemento terra. O que torna astrologicamente esse dia tão importante é que ambos os planetas agora se encontram em Aquário, signo do elemento ar, e isso não ocorria há 200 anos. É o que os astrólogos chamam de Grande Conjunção, e mais ainda por estarem...

Enroladinho de folha de arroz

Para o almoço desse domingo, que tal uma receita super leve e colorida como o verão? Nossa dica é o enroladinho de folha de arroz com vegetais da Bela Gil. Confira abaixo a receita escrita por ela própria em sua rede: Esse enroladinho de folha de arroz com vegetais sempre foi um jeito meu de celebrar a chegada da primavera principalmente quando morava em países de clima temperado. E nesses lugares, para diferenciar do famoso rolinho primavera, eles são chamados de rolinhos de verão. Pois ao invés de fritos e recheados com...

Putanny: O canto da transformação Yawanawá

Salve, glorioses. Hoje, trago a mágica experiência vivida por Putanny Yawanawa, mulher-pajé do povo conhecido como os queixadas - espécie de porco selvagem, conhecido por viverem em bandos numerosos. Já que é na coletividade que reconhecem sua força. Pois estava Putanny, vivendo na cidade há bastante tempo, longe da Terra Indígena Rio Gregório,  há 3 dias de canoa e quatro de caminhada na mata. O chamado da floresta veio durante o sono quando, num...

Sons Esféricos: cura musicada

Do encontro entre mulheres, arte e cristais nasceu o Sons Esféricos, projeto da terapeuta brasileira Pat Diogo com a harpista argentina Sole Yaya. Juntas, com a harpa e tigelas de cristal de quartzo, conduzem vivências que são verdadeiras sessões de cura musicada.  Tudo começou quando Pat visitou uma exposição da artista sueca Hilma af Klint na Pinacoteca de São Paulo e lá teve um insight...

A retomada da Cultura na Pandemia

Paulatinamente as cidades retomam as atividades presenciais com todos os protocolos sanitários necessários para que todas e todos possa usufruir da cultura após mais de seis meses de confinamento e distanciamento social devido à pandemia. Apesar dos números da pandemia de covid-19 no Brasil indicarem a estabilização dos casos e das mortes ainda estarem em patamares altos, o processo de reabertura econômica e flexibilização do isolamento social segue em todo o país com a liberação de eventos e...

Casa de Frutas de Santa Isabel do Rio Negro

Salve, Glorioses. Semana passada tive notícia de uma iniciativa, que nos fez apressar o passo e compartilhar com vocês: o projeto Casa de Frutas, premiado recentemente no II Prêmio BNDES Boas Práticas Agrícolas para Sistemas Tradicionais. Hortaliças e frutas cultivadas por indígenas, com técnicas tradicionais de manejo, chegando nos mercados e merendas escolares? Essa idéia já é uma realidade em Santa Isabel do Rio Negro (Amazonas) com o projeto Casa de Frutas, premiado recentemente no II...

sagitário: caçador de mundos

localizado entre escorpião e capricórnio, sagitário olha pra trás e diz, “eu perdi e agora, por isso, posso dar valor ao que tenho”. A base de sagitário é escorpião, já que o verdadeiro prazer pela vida (de sagitário) nasce depois da experiência de morte/perda (de escorpião). Quando você atravessa uma experiência de morte/transformação e se regenera, o retorno à vida é regido pelo fogo ancião, o fogo da sabedoria. Sabedoria que só tem quem já morreu. Sagitário já...

Djuena Tikuna

Salve glorioses. Ao longo desse ano dedicado aos povos originários aqui na Quarta Gloriosa, assunto não tem faltado. Com surpresa e satisfação, temos assistido uma espécie de renascença à brasileira, com a explosão de manifestações artísticas e culturais, trazendo a luta pela preservação de sua cultura e pelo reconhecimento de seus direitos, enquanto povos originários, sob variadas formas. Aqui, já falamos sobre fotografia, audiovisual, rádio, rap, e hoje trago o nome de Djuena...

Edgar Kanaykõ Xakriabá e a etnofotografia

Faz algum tempo que sigo Edgar Kanaykõ, da etnia Xakriabá, no Instagram. O fotógrafo, que nasceu e vive na Terra Indígena Xakriabá, município de São João das Missões, em Minas Gerais,  teve o primeiro contato com as câmeras no começo dos anos 2000, quando chegou também na aldeia a rede elétrica e outras tecnologias. Na juventude ele já se interessava pelas imagens como forma de simples registro mas nem sempre a fotografia foi bem vinda entre o seu povo. Por muito tempo as câmeras ficaram...

escorpião: o silêncio

o que é escorpião? um arquétipo do elemento água em seu princípio fixo. quando imaginamos o poço profundo de onde retiramos água com balde, estamos diante de uma imagem escorpiana: escorpião são as fontes e nascentes de água, a água subterrânea, que está abaixo do lençol freático: água pura, rica, solvente.  a qualidade mais pura do elemento água está em escorpião, a mais potável: mas até encontrá-la...

A poesia como resistência

Louise Glück. Nobel de Literatura em 2020 Essa semana o comitê do prêmio mais importante da literatura no mundo escolheu a poeta norte-americana Louise Glück, de 77 anos, para o Nobel de Literatura. Há de se comemorar que além de ter sido uma mulher, foi uma poeta. É a primeira mulher poeta a ganhar o Nobel desde a polonesa Wislawa Szymborska, em 1996, há quase 25 anos. O Prêmio Nobel de Literatura foi concedido a apenas 16 mulheres entre uma centena de homens desde sua criação, em 1901. Antes de...

Yandê – Primeira web rádio indígena do Brasil

Salve, glorioses! Não existe mais espaço para o pensamento de que os indígenas estão apenas nas florestas e longe da tecnologia. Ao contrário, cada vez mais os povos originários estão comandando projetos do audiovisual e tomando as rédeas de suas próprias narrativas.  Assim foi com Anapakua Muniz, da etnia Tupinamba, nascido em São Paulo, migrou para a Bahia.  DJ e locutor, já acumulava extensa experiência em comunicação comunitária, quando ...

Sistema B

O que é sucesso para você? Para muitas empresas ao redor do mundo, o sucesso está não só no lucro, mas na transformação social, no impacto positivo, na cultura e também preservação do meio ambiente. Uma rede enorme de empresas compartilham esses valores e acreditam que é possível construir uma nova economia, em que o cuidado pelas pessoas e o meio ambiente seja tão importante quanto os números. O Sistema B é uma iniciativa global que certifica, reúne e fortalece essas empresas. E nós, a Bemglô, temos o orgulho em...

A vida é útil ou não?

O título já traz uma provocação. “A vida não é útil”, livro recém lançado pela editora Companhia das Letras, cabe quase na palma da mão e é daqueles que você lê de uma sentada e fica com vontade de ler tudo que seu autor escreveu. Além do fato de fazer com que ao término de sua leitura a gente se sinta feliz por saber que existe um ser humano vivo e atuante como o mineiro Ailton Krenak, um dos mais influentes pensadores da atualidade. “A vida não é útil” reúne cinco textos...

Eliton Paacy Gavião – Olhar indígena através da fotografia

Salve, glorioses. Visualize um jovem indígena se preparando para participar de uma corrida de tora, tendo um enorme exemplar sobre o ombro direito. Sua figura, captada em contra-plongé, contrastando o tom avermelhado de sua pele com um perfeito céu azul-anil tem na luz estourada do sol a coroa do atleta, transformando-o em um deus Apolo dos trópicos; essa imagem tão forte e mesmo mitológica, com incrível qualidade fotográfica, deu ao jovem Eliton Paacy...
Selecione sua moeda
EUREuro
Abrir Chat
Precisa de ajuda?
Olá, como podemos te ajudar?