Cachoeira do Tabuleiro

Cachoeira do Tabuleiro

Com 273 metros de queda d’água, a Cachoeira do Tabuleiro, no município de Conceição do Mato, em Minas Gerais, é considerada a terceira maior cachoeira do Brasil e a mais alta do estado. A queda faz parte do Parque Natural Municipal do Ribeirão do Campo, do Parque Estadual Serra do Intendente e possui pequenas quedas e poços para banho além da Cachoeira principal. Além disso, foi eleita por duas vezes consecutivas a melhor cachoeira para visitação de turistas no Brasil.

imagem01

Cachoeira do Tabuleiro: a mais alta de Minas Gerais

Apenas duas cachoeiras são maiores do que a do Tabuleiro: a Cachoeira da Fumaça, na Chapada Diamantina (BA), com 380 metros, e Cachoeira do El Dorado, no Amazonas, com 353 metros. Ela possui pequenas quedas tanto no topo como na parte baixa do enorme paredão que a sustenta. Ao final da queda principal, há um poço que chega a 20 metros de profundidade quando o volume de água está mais intenso.

A Cachoeira do Tabuleiro faz parte do município de Conceição do Mato mas a urbanização mais próxima fica há 5 quilômetros, no Distrito do Tabuleiro. Do Distrito ao centro de Conceição são quase 20 quilômetros.

Como parte do Parque Estadual Serra do Intendente, com mais de 13 mil hectares e que corta os distritos de Tabuleiro e Itacolomi, a Cachoeira está em uma área de proteção ambiental. São mais de 1.600 plantas, 37 anfíbios e 86 espécies de pássaros silvestres catalogadas. Já da portaria do Parque Natural Municipal do Ribeirão do Campo, com mais de 3 mil hectares na Serra do Espinhaço, é de onde saem as três trilhas que levam a diferentes pontos de observação da Cachoeira.

A Trilha do Mirante proporciona vista frontal da cachoeira a 1,2 km de distância. Para chegar até ele, são 700 metros de caminhada. É o trecho mais simples e plano dos três. Para chegar ao topo, na parte elevada da Cachoeira, são 3 horas de caminhada por um pela Trilha do Alto, trajeto de 8 quilômetros. É considerado a trilha mais bonita e procurada pelos turistas, porém com o maior nível de dificuldade dada a extensão e altura. A trilha mais diversa em trajeto é a Trilha do Poço, que leva à base da Cachoeira. São 3 quilômetros por trecho e cerca de 1 a 2 horas de caminhada. O trajeto inclui terra, escadas com mais de 700 degraus e pedras por entre as águas já beirando o rio.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Parque do Ribeirão do Campo funciona de 8h às 17h, e possui lotação máxima de 200 visitantes ao dia. Possui centro de visitantes, banheiros, e auditório para 60 pessoas. A entrada custa R$10.

Não existe comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux