Cânion do Xingó

cânion

Desde 1994, com o represamento das águas do Rio São Francisco, Sergipe ganhou uma atração que a colocou no mapa imperdível do turismo brasileiro: o Cânion do Xingó, um vale de  águas profundas (até 190 metros!) por entre rochas, grutas e muralhas. O Cânion surgiu em uma região antes tomada pela seca, onde a vegetação da caatinga era o cenário principal. Com o represamento das águas do Rio, o nível do São Francisco subiu cerca de 100 metros, formando dentre as pedras uma bela malha de água com paradas para banho e passeios  de barco.

Portal Férias Brasil

Sobre o Cânion do Xingó

O Cânion do Xingó, geograficamente, faz parte do município Canindé de São Francisco, a cerca de 200 quilômetros da capital Aracajú, mas a localização exata do vale fica a 1 hora rio abaixo. O único acesso é via catamarã, que leva a um porto próximo ao Cânion onde é possível mergulhar e também alugar pequenos barcos para passear pelas grutas. 

Os cânions incluem o Morro dos Macacos, a Pedra do Japonês, a Pedra do Gavião e o mais procurado: o Paraíso do Talhado. É nele onde estão as grutas mais profundas, que recebem esse nome pela textura que parece talhado em madeira. Por todo o trajeto, é possível avistar diversas imagens em homenagem ao santo que dá nome ao rio.

Portal Matraqueando

Ainda que uma formação artificial, afinal a região antes era um seco rio que circundava a cidade, e formou-se apenas com a construção da represa para a Usina Hidrelétrica do Xingó, o Cânion hoje é incluído no mapa brasileiro como um destino ecoturístico. O passeio leva cerca de 3 horas e permite que o turista conheça a história do Rio São Francisco, um dos mais importantes importantes cursos d’água da América do Sul, e da história e cultura sergipana.

O trajeto até este paraíso, porém, não é fácil. Partindo de Aracajú, são 3 horas até Canindé de São Francisco. Partindo de Maceió, são quase 300 quilômetros e 4 horas pela estrada. Da pequena cidade saem as embarcações, todas partindo do Restaurante Karrancas, na Praia Beiro Rio. O custo do passeio gira em torno de R$100, podendo comprar diretamente no porto em frente ao restaurante. Alguns hotéis, porém, já oferecem pacotes com o passeio incluso.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Imagens: Portal Férias Brasil

Quem diria que onde era seca poderia surgir um paraíso de tanta água, não é? Não deixe de conhecer os tesouros escondidos pelo nosso país e compartilhar com a gente sua experiência!

Não existe comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux