Conhecendo Abrolhos, na Bahia

abrolhos

Abrolhos é um arquipélago ao sul do litoral da Bahia que reúne em suas cinco ilhas uma das maiores concentrações de peixes por metro quadrado do planeta, além de uma biodiversidade imensa em cavernas submarinas, recifes e corais. Os rochedos vulcânicos da região são tamanhos que Abrolhos tem esse nome desde o século 16, quando os navegantes portugueses avisavam: “Quando te aproximares de terra, abre os olhos“. Além disso, a rica e colorida fauna e flora é berço também para as baleias jubarte que amamentam na região. Como marco para a preservação desse ecossistema, em 1983 foi criado o Parque Nacional Marinho de Abrolhos, o primeiro parque marinho do Brasil.

Imagem: (Valdemir Cunha/Viagem e Turismo)

 

Os encantos de Abrolhos

Parque Nacional Marinho de Abrolhos foi criado no início dos anos 80 e é administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Antes disso, o Arquipélago de Abrolhos já havia chamado atenção de visitantes importantes, como o naturalista britânico Charles Darwin, que chegou às ilhas em 1832.  O arquipélago é formado pelas ilhas de Santa Bárbara, Sueste, Redonda, Guarita e Siriba, a 75 quilômetros da costa. A Ilha de Santa Bárbara é a unica habitada, sob controle da marinha e onde hospeda-se um farol cartão postal da região. Mas, para visitação ao Parque Marítimo, só é permitido o desembarque na ilha de Siriba, de onde partem os passeios característicos.

As ilhas espalham-se em uma área total de 913 quilômetros quadrados, pertencente ao Parque Marinho onde a pesca é proibida e preserva-se os corais fundamentais como criadouro de peixes. O Parque também é essencial para a preservação da baleia jubarte, que chega ao arquipélago entre os meses de julho e novembro. O Parque, inclusive, é a mais importante área de reprodução da Jubarte no Atlântico Sul Ocidental.

Imagem: (Ivan Carneiro/Wikipedia)

 

Para acessar o Parque, a cidade mais próxima é Caravelas, a 836 quilômetros da capital Salvador. O trajeto entre elas pode ser feito pela rodovia BR-101. De Caravelas, portanto, o trajeto ao mar pode ser feito por diferentes empresas de turismo, mas sempre por lancha, catamarãs ou escunas, em um trajeto que varia de 2 a 5 horas a depender da embarcação.  Ainda funcionam como porto de saída os municípios de Alcobaça, Nova Viçosa e Prado.

As atrações incluem mergulhos nas águas cristalinas; observação dos corais, desova de tartarugas e das aves marinhas como o atobá-branco, apenas com o acompanhamento de monitores do ICMBio; programas de pernoites na embarcação; caminhada monitorada em trilha pela Ilha Siriba ; e o mais procurado: a observação das Baleias Jubarte. A Jubarte é conhecida como baleia-cantora e pode chegar a medir 16 metros e pesar 40 toneladas. Além das acrobacias, fêmeas e machos vocalizam. Cada baleia tem um canto próprio que evolui ao longo da vida, geralmente em períodos de acasalamento.

Imagem: (João Ramos/Bahiatursa)

 

A visitação ao Parque é permitira por todo o ano. No verão (dezembro a fevereiro), as águas são mais quentes e cristalinas, sendo o melhor período para mergulhos. Entre junho e novembro o principal atrativo é a observação das baleias. Por ano, o Parque recebe mais de 15 mil visitantes.

 

Acesse o portal do Parque Nacional Marinho de Abrolhos para saber mais. Clique aqui.

 

 

Triângulos

Triângulos

Não existe comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux