Diversa: Educação inclusiva na prática

O Diversa é uma plataforma online e colaborativa com diversos conteúdos teóricos e práticos sobre educação inclusiva. O projeto, resultado da união do Instituto Rodrigo Mendes e diversas outras organizações comprometidas com o tema, tem como objetivo tornar mais acessível o conhecimento sobre educação inclusiva e criar uma rede de apoio entre educadores e pesquisadores, que através da plataforma podem compartilhar suas experiências, trocar material didático, acessar bibliografia especializada e tornar cada vez mais comum o tema dentro dos ambientes de ensino.

Como inclusiva, entende-se a educação que é pensada para todo ser humano, independente de suas diversidades étnicas, culturais, sociais, físicas, intelectuais, de gênero ou classe social. Garantir o direito de todos à educação é o princípio básico do ensino contemporâneo que preza pela igualdade de oportunidades e valorização das diferenças humanas. Para pensar a educação inclusiva, o Diversa tem como foco as pessoas com deficiência por terem sido elas historicamente privadas da participação nas redes de ensino.

Se a educação tem como objetivos desenvolver as potencialidades e capacidades, preparar para o exercício laboral e para ser cidadã(o), é imprescindível romper com os preconceitos e compreender as diferentes características como valor e não como problemas a serem sanados. Os princípios não são negociáveis. As atitudes sim, são passiveis de mudança. Esse é o desafio.” (Liliane Garcez/Instituto Rodrigo Mendes)

Educação Inclusiva em cinco princípios

Uma bandeira das instituições que defendem uma educação inclusiva é o trato igualitário a todas as pessoas, reconhecendo suas diferenças e valorizando suas especificidades e limitações. Ao contrário de uma política segregacionista, que cria escolas especiais para parcelas específicas da população, a educação inclusiva compreende que todos os seres humanos, independente de suas deficiências, são diferentes. Incluir é reconhecer que não há como fomentar um ensino padronizado. O educando sempre deve ser pensado a partir da sua individualidade. A partir disso, o Diversa atua em cinco princípios.

  • Direito à educação: O direito de acesso à educação é resguardado pela Declaração Universal dos Direitos Humanos e nenhuma pessoa deve se privar ao conhecimento de qualidade em uma escola regular, seja por constrangimento, despreparo da instituição de ensino ou qualquer outro motivo. O projeto compartilha conhecimento para mudar essa realidade.
  • Toda pessoa aprende: Pessoas com deficiências não devem buscar por escolas especiais; a rede de ensino que deve se adequar às particularidades intelectuais, sensoriais e físicas de seus estudantes. Todo aluno tem igual capacidade de se desenvolver, desde que a rede de ensino se predisponha a aprender ao ensinar e abraçar estratégias pedagógicas que possibilitem essa ponte entre a instituição e todos os seus estudantes.
  • Aprendizagem é singular: Por muito tempo o ensino tradicional foi pautado em uma transmissão padronizada de conhecimento, ignorando a rica e complexa pluralidade humana. Educar de forma inclusiva é compreender que cada pessoa é única, e que sua subjetividade é apenas sua. É importante criar ambientes flexíveis de aprendizagem e avaliação. O contrário, um processo que educação que pressupõe homogeneidade, gera apenas a exclusão.
  • Convívio: O aprendizado acontece para além das paredes da sala de aula, mas todo o período em que os alunos estão na escola é um momento propício para troca de conhecimento. Por isso, é tão importante que alunos com deficiência convivam de forma inclusiva na rede regular de ensino. O convívio beneficia a todos. Um ambiente plural amplia a percepção, estimula a empatia e favorece o pleno desenvolvimento intelectual.
  • A educação inclusiva diz respeito a todos: Pensar uma educação realmente inclusiva requer pensar o ambiente escolar e as práticas de ensino como um todo, e não apenas aquelas voltadas para as pessoas com deficiência. Inclusivo é reconhecer as limitações e potencialidades de todos os alunos, respeitando as diferenças e potencializando o direito à igualdade. É importante considerar toda a comunidade de estudantes, professores, famílias, parceiros e gestores para transformar a escola neste ambiente seguro e plural.

O Portal

O Diversa é um portal aberto, gratuito e colaborativo onde professores, gestores ou mesmo pais e alunos podem acessar e compartilhar materiais e experiências relacionadas à educação inclusiva. A primeira ideia para o Portal surgiu em 2010 e desde então vem se complementando. Hoje, a rede reúne mais de 150 artigos, contribuições de especialistas brasileiros e estrangeiros, e mais de 270 relatos de experiência, enviados por educadores de todo o país que buscam compartilhar suas práticas em educação inclusiva. É a partir do livre compartilhamento que o Diversa se propõe a disseminar conhecimento.

No portal, é possível não só aprender com as histórias de instituições de ensino de todo o país como os próprios educadores compartilham materiais pedagógicos usados em sala de aula e a forma como construir os materiais e aplicá-los. Ao acessar a aba dos materiais, vídeos ensinam cada passo a passo, as habilidades desenvolvidas, os anos para quais as atividades foram desenvolvidas, os desempenhos e objetivos alcançados, entre outras informações para que todo educador tenha capacidade para reproduzir em suas aulas.

As atividades de pesquisa e produção de conhecimento do Diversa são orientados por um modelo elaborado por especialistas e conselheiros. O esquema adotado pelo projeto determina o processo de aprendizagem interligado a cinco esferas sociais. É preciso pensar a aprendizagem considerando as políticas públicas (“instâncias legislativa, executiva e judiciária, isto é, o conjunto de leis, diretrizes e decisões judiciais que buscam concretizar o direito à educação inclusiva”), a gestão escolar (“elaboração dos planos de ação, a gestão dos processos internos da instituição e de suas relações com a comunidade”), as estratégias pedagógicas (“atividades do ensino regular, as ações destinadas ao atendimento educacional especializado e o processo de avaliação de todos os estudantes”), parcerias (“relações estabelecidas entre a escola e os atores externos à instituição que atuam para dar apoio aos processos de educação inclusiva”) e a própria família (“envolvimento da família com o planejamento e o desenvolvimento das atividades escolares e contempla tanto as relações que favorecem a educação inclusiva, como as situações de conflito e resistência”).

O Instituto Rodrigo Mendes atua desde 1994 como uma organização sem fins lucrativos em prol da educação inclusiva, promovendo a formação de educadores e o debate sobre a inclusão em parceria com escolas e diretorias de ensino. O Diversa foi uma forma de fazer com que essa formação seja mais fácil e independente, ampliando o acesso de educadores a estes tipos de materiais. Ainda assim, o Diversa também realiza encontros presenciais para dialogar com os educadores de escolas comuns sobre suas principais dificuldades. Para realizar estes trabalhos, o Diversa conta com parcerias importantes como a Brazil Foundation, que mobiliza recursos para iniciativas sociais brasileiras,  e o Fundo Internacional de Emergência para a Infância das Nações Unidas (Unicef).  

Para ter acesso a todo esse conhecimento, basta acessar ao portal do Diversa. Não deixe de se inscrever no Fórum Comunidade Diversa para participar das discussões entre os mais de 5.000 membros cadastrados e também de acompanhar as ações do Instituto Rodrigo Mendes nas redes sociais: Facebook e Instagram.

Não existe comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux