A Energia que vem da natureza

Salve, Glorioses! Começamos o mês de maio falando sobre os impactos da produção de energia no Brasil.  Sabemos que tudo gera impacto, agredindo o meio ambiente e condenando a nossa biodiversidade. Mas na verdade, está na própria natureza  a solução!

Hoje Temos mais da metade da nossa energia vinda de hidrelétricas. Embora sejam consideradas renováveis por utilizarem o movimento dos rios, faltam estudos sobre o impacto ambiental e social de suas construções, com a alteração do meio ambiente e remoção da população, além do alto custo para sua construção.

Por outro lado, muito temos ouvido sobre energia eólica e o nordeste brasileiro está muitíssimo avançado, como a cidade de Caetité, na Bahia, que construiu o maior complexo eólico da América Latina! Os aerogeradores do complexo Alto Sertão estão presentes em 4 cidades e já fizeram, desde 2010, essa energia renovável e limpa se tornar uma realidade no cotidiano de sua população.

Felizmente as pesquisas em busca de novas fontes de energia limpa seguem firmes nesse sentido, como é o caso da Plant-E, uma empresa holandesa que descobriu como extrair energia das plantas vivas reaproveitando os elétrons que elas liberam na terra após o processo de fotossíntese. Desde os primeiros testes em 2009, já lançaram lâmpadas de LED, relógios e até um sistema caseiro de geração de energia. Utilizando esse mesmo método, a designer Fabienne Felder, da Universidade de Cambridge, criou o primeiro aparelho de rádio movido a energia de plantas – o MusgoFM. O melhor é que esse método não altera o ciclo natural, apenas reaproveita o que as plantas devolvem para a natureza.

A importância das pesquisas

Melhor ainda, as pesquisas não param por aí: em Massachusetts, um método vem sendo desenvolvido pela empresa  Voltree Power, e consiste em transformar o ph dos troncos e o solo para gerar energia.

A Natureza é rica e guarda mistérios que ainda nem descobrimos. O que essas iniciativas nos mostram é que é possível, por meio da ciência e da pesquisa, pensar uma nova lógica para nossa sociedade. Que maravilha será usar a natureza de forma produtiva!

Os setores mais conservadores dizem que é muito caro trocar nossas matrizes energéticas e investir em novos estudos, e de fato é. Mas investir no futuro só será possível se atitudes como essa forem abraçadas, com a vontade política de fazer o que é bom para todos. Se investirmos agora, na pesquisa e educação, será melhor do que gastar no amanhã para tentar consertar o tanto de estragos que temos feito. Só teremos alguma solução no futuro se  começarmos a mudar o rumo hoje.

A natureza precisa deixar de ser vista somente como a fonte de onde tiramos o que precisamos sem qualquer reflexão, ela é uma inesgotável fonte de inspiração. Por muito tempo não soubemos como utilizá-la da maneira correta, mas se hoje temos tecnologias que nos permitem progredir sem agredir, é nisso que temos que apostar!

A natureza  está à nossa disposição e só depende de nós escolhermos entre destruí-la ou desvendá-la.

Um beijo e até a próxima Quarta Gloriosa.

 

 

 

 

 

Não existe comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux