Fadiga: Como reconhecer a hora de desacelerar

Fadiga

Após anos de tratamento da síndrome como um distúrbio psicológico, as organizações líderes de saúde agora reconhecem que a fadiga é uma doença séria, possivelmente causada por uma interrupção na forma como o sistema imunológico responde à uma infecção ou ao estresse. Ela nos imputa uma forte sensação de desgaste, cansaço e falta de energia. Saber reconhecer quando o nosso corpo está fadigado é essencial para a nossa saúde, pois este é o sinal mais alarmante de que está na hora de parar!

A fadiga corporal compartilha muitas características com doenças autoimunes como a artrite, reumatoide, mas sem sinais aparentes de danos nos tecidos. Para identificá-la, precisamos tomar um tempo para repensar todos os nossos hábitos de vida.

O que pode estar por trás de seu cansaço? Fazer-se essa pergunta é o primeiro passo para identificar as possíveis causas da fadiga. Em geral, a maioria dos casos pode ser atribuída a três grandes fatores: estilo de vida, condições de saúde e problemas psicológicos. Avaliar sua real condição e sua rotina podem ajudar – e muito – a evitar o desgaste do corpo de da mente.

O que pode causar fadiga?

Exercícios Físicos: Isso acontece porque as fibras musculares dependem de processos metabólicos para funcionar. Os dois principais culpados são a falta de energia e modificações eletroquímicas nas células.

Trabalhos intelectuais extensos: quando você passa muito tempo estudando para uma prova importante, no fim do dia, o cansaço pode ser comparado a passar o dia inteiro fazendo trabalhos pesados! Isso, consequentemente, leva à fadiga mental.

Problemas hormonais: disfunções hormonais como hipotireoidismo e hipoatividade do eixo HPA podem ser responsáveis pela fadiga.

Estresse: alterações no estado de equilíbrio do organismo podem causar fadiga física ou mental.

Dicas de como combater a fadiga

Dormir por tempo suficiente é a dica número 1 para evitar o desgaste! Em geral, um adulto deve dormir em média 8 horas por noite, mas o tempo necessário de sono varia de pessoa para pessoa.

Em segundo lugar, uma boa alimentação também é fundamental para manter o corpo em perfeito funcionamento, pois dietas saudáveis com o equilíbrio entre gorduras, carboidratos e proteínas são a melhor maneira de evitar a fadiga por meio de problemas nutricionais. Atrelado à isto, deve-se beber bastante água!

Exercício regulares, sem exageros, também são indicados.  Isso faz com que o corpo libere endorfinas que nos fazem sentir bem. Recomenda-se fazer pelo menos 30 minutos por dia.

Por fim, diminua fontes de estresse! Não se force a fazer trabalhos extras e nem faça-os até tarde! Além disso, busque evitar pessoas que lhe causem estresses constante. O importante é a sua saúde física e mental, em primeiro lugar!

 

Árvore de Fuxico - Rede Asta

Árvore de Fuxico – Rede Asta

Comprar

Não existe comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux