Meninas com Ciência

Imagine só um curso sobre o universo da Ciência apenas para meninas e ministrado também apenas por mulheres? Pois é este ambiente de empoderamento feminino que busca o Meninas Com Ciência, projeto do Museu Nacional em parceria com a Universidade Federal do Rio de Janeiro para jovens de 11 a 15 anos, do 6º ao 9º ano do ensino fundamental.

O Meninas Com Ciência é completamente gratuito e acontece duas vezes ao ano. Em cada semestre promove oficinas para 50 alunas, da rede pública e particular de ensino, sendo 50% das vagas destinadas a cada modalidade. Os encontros acontecem sempre aos sábados e duram todo o dia, de 9h30 às 17h. Os temas variam desde a Geologia, Paleontologia, até o debate sobre a participação feminina voltada para essas áreas do conhecimento científico.

O curso não é apenas para meninas, como todo o corpo por trás é feminino. São professoras, pesquisadoras, técnicas, bolsistas, pós-graduandas, todas mulheres da própria instituição como convidadas educadoras, biólogas, geólogas, astrônomas, entre outras experiências. Por mês, são quatro finais de semana dedicados aos projeto, e ao ano participam mais de 100 meninas.

Primeiro dia da 4ª Edição. (Imagem: Meninas Com Ciência/Facebook)

Como nasceu o Meninas com Ciência

O projeto teve sua primeira edição no primeiro semestre de 2017. Ao final de 2018, concluiu-se a quarta. A ideia surgiu ainda em 2016, após a veiculação nacional do “Curso para Meninas Livres”, de Santa Catarina, que promovia desconstruir ainda na infância estereótipos de gênero a partir de oficinas lúdicas sobre mulheres do teatro, da literatura, sobre brincadeiras de rua, pequenos reparos, dentre outras atividades e áreas de ensino um dia restritas às mulheres. Um dos apoios do projeto foi a plataforma Cientista que Virou Mãe, da Profa. Ligia Moreira Sena, que promove a o conteúdo independente produzido por escritoras mulheres e mães sobre infância e a própria maternidade.

“Fui direto na sala da colega Luciana Carvalho (Paleovertebrados). Sentei ao lado dela e falei da possibilidade de fazermos algo desse tipo aqui no Museu Nacional, só que envolvendo assuntos ligados a atuação das mulheres na Geologia e Paleontologia. Ela achou ótima a ideia e falou para eu levar essa proposta para Luciana Witovisk. Fui rápido para a sala do Setor de Paleobotânica e despejei em cima dela a ideia de realizar um curso voltado para meninas para o DGP. Ela se encantou com a proposta e imediatamente se dispôs a fazer o projeto e submetê-lo à aprovação do Museu Nacional e da UFRJ. Pronto, a semente estava lançada e no mesmo dia já havia encontrado as “mães” do DGP para tocá-lo em frente. Tirei meu time de campo, pois o protagonismo do curso deveria ser 100% feminino.” (Professor Renato Rodriguez Cabral Ramos – Departamento de Geologia e Paleontologia, Museu Nacional/UFRJ)

Sob coordenação de Luciana Carvalho e Luciana Witovisk, o projeto se estrutura em uma equipe composta por 35 mulheres, dentre oficineiras, ministrantes, organização e equipe de apoio. Semestralmente também são selecionadas 10 alunas de graduação dos cursos de Ciências Biológicas e Geologia da UFRJ para serem monitoras.

“Foi muito fácil encontrar as companheiras de projeto no DGP e catalisar o curso, pois o departamento realiza atividades de extensão há muitos anos no Museu Nacional. Todas nós tínhamos as sementes das oficinas, nas atividades que já desenvolvíamos em aniversários do MN. Além disso, temos uma excelente equipe de graduandas e pós graduandas que se engajaram lindamente. Deixo claro que este projeto não tem ‘um rosto’, somos uma equipe apaixonada, forte e coesa. Todas nós somos o Meninas com Ciência. Torcemos para que ideias assim se multipliquem pelo país, o futuro do Brasil agradece!” (Coordenadora Luciana Witovisk Gussella)

Meninas com Ciência e Pequenas Cientistas

O Meninas com Ciência teve repercussão tão positiva que uma célula do projeto em São Paulo chega à sua terceira edição neste começo de 2019. Apelidado anteriormente de Meninas Com Ciência – Edição SP e agora apenas de Pequenas Cientistas, o projeto acontece na Universidade Federal de São Carlos, campus de Sorocaba, interior paulista. Aos mesmos moldes da versão carioca, o curso na UFSCAR acontece em quatro finais de semana. Neste semestre, durante o mês de abril. Os temas a serem debatidos serão genética, biodiversidade, neurociência, astrobiologia, patologia oral e paleontologia. Os encontros também são ministrados apenas por cientistas mulheres, com o auxílio de 20 monitoras estudantes da instituição. As oficinas acontecem sempre de 9h30 às 17h para meninas do 5º ao 9º ano. O número de vagas também é o mesmo do projeto oficinal. As inscrições para a edição SP já estão abertas. Clique aqui para participar.

No Rio de Janeiro, ainda não há informação sobre inscrição para a quinta edição. Mesmo depois do incêndio que derrubou grande parte do Museu Nacional em 2 de setembro de 2018, os encontros do Meninas com Ciência no segundo semestre de 2018 não foram cancelados e ocorreram no Horto Botânico do Museu, na Quinta da Boa Vista, zona norte carioca. O projeto possui uma campanha de financiamento na plataforma Benfeitoria para quem se interessar em colaborar financeiramente com o projeto e a sua manutenção. As assinaturas mensais partem de R$10 e o valor é destinado aos materiais para as oficinas, camisetas, lanches, kits do curso e, a depender da arrecadação, auxílio no transporte das participantes. Acesse aqui para contribuir.

Acompanhe todas as atividades do Meninas Com Ciência através da página no Facebook e perfil do Instagram. Não deixe de acessar também o site oficial. Se você for de São Paulo, anote todos os contatos para o Pequenas Cientistas: Facebook e site oficial.

Não existe comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux