Qual a nossa responsabilidade sobre a Biodiversidade?

biodiversidade

“Gigante pela própria natureza”, já canta o hino nacional brasileiro. E de fato, o Brasil assim é: somos o principal país do mundo em termos de biodiversidade, abarcando cerca de 20% de todas as espécies de vida da Terra. Nossos 8,5 milhões km² de extensão territorial agrupam a Floresta Amazônica, maior floresta tropical úmida do mundo; o Pantanal, maior planície inundável; 3,5 milhões km² em costa marinha (com ecossistemas infinitos em corais, pântanos, manguezais, dunas e lagoas); além  do Cerrado de savanas e bosques e a Caatinga de florestas semi-áridas. Possuímos também diversas zonas climáticas como o semi-árido no Nordeste e trópico úmido no Norte. Tal riqueza de solo, água e clima reflete em uma riqueza em igual tamanho de nossa flora e fauna. Quanto à vida na Terra, somos gigantes.

Mas qual a nossa responsabilidade sobre tudo isso? Estima-se que hoje a Mata Atlântica é apenas 5% da mata original que já foi um dia. Da Amazônia, 17% de sua área original já não existe mais. Seja para expansão da agricultura ou dos centros urbanos, os malefícios de números assim são imensos, e a perda da biodiversidade está no topo dessa lista.

Com menos terra, as espécies perdem seu habitat, as populações de plantas e animais ficam debilitadas, e a extinção de espécies importantíssimas tornam-se realidade. E nós, seres humanos, somos parte dessa biodiversidade. Somos uma espécie dentre todas as outras que habitam este planeta. Mas somos também os responsáveis por sua destruição.

Mas o que nós, população, podemos fazer?

Campanhas de preservação da biodiversidade 

O primeiro passo para contribuir com a preservação é apoiar todas as campanhas que lutam contra os grandes produtores e pressionar políticos quanto a legislações que agridem o meio ambiente. Confira algumas e faça parte:

Amplia Veadeiros

A petição online pressiona a aprovação de decreto que triplica a área de conservação da Chapada dos Veadeiros, em Goias, com 65 mil hectares em biodiversidade. Assine.

Salve a Vaquita

A petição precisa de 100 mil assinaturas para pressionar o governo mexicano a criar ações que preservem a vida das Vaquitas, uma espécie rara da família dos golfinhos, que vivem somente no Golfo da Califórnia e está sobre extremo risco de extinção. Assine.

Florestas do Futuro

Mesmo que viva na cidade, você pode contribuir com a preservação das florestas. Com este projeto do SOS Mata Atlântica você pode plantar árvores nativas da Mata Atlântica. Participe. O programa também disponibiliza um calculador de emissão de CO² para que você descubra quantas mudas precisa comprar para fazer a compensação na natureza: aqui.

Defenda os Corais

Ajude o Greenpeace a pressionar organizações a desistirem da exploração de petróleo em região de corais na Amazônia. Assine.

Chega de Madeira Ilegal

Esta campanha luta contra o desmatamento ilegal de madeira na Floresta Amazônica, uma realidade há décadas e uma das causas para sua degradação. Participe.

Como preservar a biodiversidade no dia a dia

Para além das grandes campanhas e organizações, você pode contribuir com o meio ambiente em seu dia a dia, em praticamente todas as suas ações e hábitos de consumo. Por mais que pareçam pequenas, nossas ações, somada à de milhões de outros brasileiros, agride e muito o nosso ecossistema. Listamos abaixo algumas dicas para que você mude seu comportamento e passe a agir como um amigo do planeta:

1: Compre o necessário

Parece besteira, mas o quanto você consome? Nem todas as empresas fazem compensação em reciclagem, portanto tudo o que a gente compra vai para um lixo. E do lixo, para a natureza. O quanto você consome e quais as empresas que você apoia? Busque por alternativas recicláveis, sustentáveis e pense no impacto das suas compras na natureza.

2: Reduza o consumo de água

Esta é uma iniciativa que há décadas é promovida. A água é o nosso maior bem, base para toda a vida. Não desperdice. Desde o banho, à torneira e lavagem da calçada. Evite ao máximo o uso de água por nada.

3: Cuide do seu lixo

Para onde vai o seu lixo? Depois que sai de casa, ele não desaparece. Tudo o que descartamos diariamente ainda está na natureza, em algum lugar. Pense nisso e se conscientize sobre ações de reciclagem. Se informe se há coleta de óleo, plástico e outros materiais recicláveis na sua cidade. Além do óbvio: não faça descarte em via pública, matas ou rios. Até o lixo orgânico pode agredir o meio ambiente. Se informe sobre ações de compostagem em sua região.

4: Use transporte público

Este é um hábito difícil para os brasileiros que possuem carro. Vocês usam transporte público? Se para o trajeto diário ao trabalho não é possível, você ao menos utiliza ônibus e metrôs para pequenos trajetos? Para os passeios aos finais de semana? Este é um hábito urgente para a preservação do meio ambiente e redução da poluição.

5: Reutilize

O primeiro passo para um consumidor consciente é comprar menos, o segundo é aprender como descartar o seu lixo. Mas outro passo revolucionário é muito simples: a reciclagem. Aprenda a reaproveitar o tecido de uma roupa antiga, a transformar embalagens em outros recipientes, a reformar móveis agredidos pelo tempo. Ao invés de descartar e comprar, transforme! Será um benefício para seu bolso, sua casa e todo o planeta.

 

Nós somos a biodiversidade. A Terra é nossa casa e todas as outras espécies possuem os mesmos direitos a ter um habitat saudável para sua reprodução. Não seja negligente. Busque informação, participe de ações e transforme o seu dia a dia com pequenas ações de amor e responsabilidade sobre a natureza.

Aqui na Bemglô temos diversas pautas publicadas sobre reciclagem, preservação, sustentabilidade, produtos amigos da natureza… aproveite tudo isso para mudar a sua forma de agir, consumir e ser. Faça parte de um novo tipo de sociedade. Pense verde!

 

Capa Almofada Amor

Capa Almofada Amor

Comprar

Não existe comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux