Pegada Hídrica Vicunha

Pegada Hídrica Vicunha

Já mencionamos por aqui que a indústria da moda é considerada uma das mais poluentes no mundo. Todos os anos, a indústria têxtil consome 93 trilhões de litros de água, o que significa 4% da captação mundial de água doce anual. Pra cultivar 1kg de fibra de algodão, por exemplo, são necessárias de 7 a 29 mil litros de água. Já uma “simples” camiseta, consome quase 2kg de combustíveis fósseis e quase 3 mil litros de água. Tudo isso só pra produção. Ainda deve-se levar em consideração os impactos da lavagem, pra passar a camiseta, descartar, etc. E quando o assunto é o jeans, os números são ainda mais preocupantes. Você já parou para pensar nisso tudo? A quantidade de água envolvida no processo de confecção de uma peça jeans é assustadora, e o projeto do Portal Ecoera com a Vicunha Têxtil, o Pegada Hídrica Vicunha, veio justamente nos ajudar a pensar sobre isso.

Segundo o Fashion Revolution, consumimos ainda uma média de 10 mil litros de água pra fabricar uma calça jeans. Pensando nesses números e no impacto ambiental que a produção de uma peça jeans provoca, O Movimento ECOERA, pioneiro em integrar os mercados de moda, design e beleza à sustentabilidade no Brasil, e a Vicunha Têxtil, maior produtora mundial de índigos e brins, lançaram, em São Paulo, o projeto Pegada Hídrica Vicunha.

A iniciativa conta ainda com a parceria da H2O Company, especializada em promover uma gestão para a sustentabilidade, e da Organização Não Governamental (ONG) Iniciativa Verde, organização do terceiro setor que busca contribuir para a melhoria dos serviços ambientais como biodiversidade, água e qualidade do ar.

Como funciona o Pegada Hídrica Vicunha

O objetivo é promover a transparência, fortalecer a cadeia de moda e criar indicadores próprios de gestão sustentável da água. O projeto terá uma métrica própria para analisar o consumo de água do jeans, desde o plantio do algodão até o momento do descarte. Além disso, buscará caminhos para reduzir o consumo desse recurso natural e buscará apresentar formas de compensação. Isso será feito por meio de projetos que promovam a conservação do solo e dos recursos hídricos e o combate ao desmatamento. Além disso, também será pensada a criação de corredores de biodiversidade, entre outras possibilidades.

O Pegada Hídrica Vicunha não é só um projeto super importante para as empresas, que poderão reavaliar o uso da água em seus produtos; mas também para o mercado varejo e consumidor. Só assim poderemos espalhar a mensagem de alerta sobre o nosso futuro: modificar nosso estilo como um todo, cuidando melhor da nossa fonte da vida, a água. E em tempos de intensos desmatamentos, poluições em altos índices, mudanças climáticas e um desenvolvimento industrial desmoderado, a cada dia mais nos deparamos com a escassez de água. É justamente por isso que se torna urgente que comecemos a repensar nossos hábitos de consumo.

O Pegada Hídrica Vicunha não é só um projeto super importante para as empresas, que poderão reavaliar o uso da água em seus produtos; mas também para o mercado varejo e consumidor. Só assim poderemos espalhar a mensagem de alerta sobre o nosso futuro: modificar nosso estilo como um todo, cuidando melhor da nossa fonte da vida, a água. Antes de comprar uma nova peça, certifique-se de saber quem fez essa peça, e como ela foi feita. Afinal, não deveríamos precisar consumir tantos recursos vitais do planeta pra termos mais peças de roupa. Não se esqueça disso!

Não existe comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux