Plantar temperos evita destemperos

Temperos e temperamentos guardam estreita relação. Temperos ardidos dão movimento ao corpo. Na dietética energética são indicados para dar dinamismo à vida. O sutil movimento energético dos alimentos picantes, mexe com o corpo e as emoções.

O ato de plantar facilita a escuta do silêncio  interior. Mexer com a terra apazigua a alma.  Nos coloca em contato com o fenômeno da transformação e multiplicação da vida. A semente brota e a muda vira uma touceira. Se espalha. A gente sabe disso, mas quando paramos de fato para observar, podemos perceber de uma forma espantosa que a gente não compreende a vida. A gente simplesmente a percebe.

Podemos aguçar esta percepção e deliciar-nos simplesmente observando a cada dia a germinação de um grão ou de um tempero plantado em casa. E sem que seja loucura, quando você estiver só, é muito bom conversar com as plantas, elogiá-las, apará-las, trata-las e sempre dar as boasvindas aos brotos que surgem. Eles trazem vida nova.

As plantas que você cuidar terão sempre coisas a lhe dizer.

Plantar ajuda a modular as emoções, evitando os altos e baixos, os tropeços em angústias, ansiedades e melancolias.

O contato com a terra drena ass energias que acumulamos com os estresses, mágoas, raivas, invejas e outros sentimentos ruins produzidos por nós mesmos ou a nós endereçados por outros. Plantar nos renova, limpa nossa energia.

Temperos para plantar em casa ou apartamento:

Salsa, orégano e hortelã, têm propriedades digestivas. Dão movimento aos líquidos e gases estagnados em estômago e intestinos. O chá da salsa tem ação diurética. Auxilia no controle da hipertensão arterial.

O orégano auxilia na eliminação dos gases; por isso vem sempre presente nas refeições com queijo derretido. Chá de orégano é indicado após comidas com queijos a mais.

A hortelã é refrescante e auxilia na digestão de refeições ricas em carne. A hortelã é bastante presente em comidas árabes e também possuão digestiva e refrescante. O uso regular de hortelã na forma de chás ou temperos, evita e trata giardíases e amebíases intestinais.

O manjericão e alecrim, na medicina oriental, são descritos como afrodisíacos, estimulantes do desejo sexual.

Coentro, tem uma natureza morna, aquece o sistema digestivo, combina com peixes e feijões.

As pimentas de todos os tipos são indicadas para “afinar o sangue” e diminuir os riscos de trombose e infartes.

Ervas aromáticas ajudam a dar mais sabor com menos sal no preparo das refeições.

 

 

A vida bem temperada evita os destemperos!

 

Não existe comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux