Programação Festival SustentAraras

Rodas de conversa, palestras, cineclubes, oficinas, mutirões e muita intervenção constrói o Festival de Limpeza de Araras, bairro de Petrópolis (Rio de Janeiro), que em 2018 está em sua 19ª edição. O festival, organizado pelo Projeto Araras e que neste ano tem como tema SustentAraras, é uma iniciativa popular e comunitária com foco na conscientização dos moradores e chamamento do poder público para as ações urgentes a favor do meio ambiente. As atividades, que ocorrerão de 05 a 22 de setembro, reúnem moradores, especialistas, profissionais da área e artistas, cada um contribuindo à sua maneira em um verdadeiro movimento coletivo.

 

Por dentro do SustentAraras

Nos mais de 15 dias de festival, o público poderá participar de atividades culturais como exibições de filmes, de oficinas práticas sobre arte a partir dos recicláveis, visitar pontos do Rio Araras que dá nome à região, assim como participar ativamente das ações de coleta e limpeza de todo o distrito. Serão dias para conversar sobre meio ambiente, aprender com os convidados, e também colocar a mão na massa.

A abertura do SustentAraras será marcada por um café da manhã comunitário às 9h de amanhã, dia 05. Será uma primeira confraternização para apresentar a programação completa dessa edição e também o diagnóstico técnico desenvolvido por alunos do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Católica de Petrópolis, que ajuda na identificação de problemas e soluções ambientais para a área. O trabalho teve orientação do professor Kurt Bergan, também diretor do Projeto Araras. O café será no salão do Centro Luterano de Araras (Celar), na Estrada Bernardo Coutinho, 1710.

Gloria Pires convida Fe Cortez
Para iniciar efetivamente a programação com chave de ouro, a primeira atividade será um bate-papo entre Gloria, que possui moradia na região, com a ativista ambiental Fe Cortez, idealizadora do movimento Menos 1 Lixo. O encontro será às 10h de quinta-feira (dia 06) no Salão Paroquial da Igreja de Nossa Senhora de Lourdes, centro de Araras.

Imagem: Divulgação

Será um momento para pensar a importância e formas de contribuir com a sustentabilidade principalmente em sua região. Lembrando que quem não puder estar presente poderá assistir a esse bate-papo em uma transmissão ao vivo pelo Instagram da Bemglô: @bemglo.

Relembre a Quarta Gloriosa onde Gloria conta sua relação com o Projeto Araras.

 

Programação completa

Após o bate-papo com a Gloria e Fe Cortez, a programação do festival reserva três dias  (07, 08 e 09) para visitar ao Rio Araras a partir de três pontos: atrás da Quadra de Esportes comunitária, próximo à localidade do Grotão, e na servidão Santa Madalena, próximo ao Vista Alegre. Foram escolhidos três espaços nessas localidades para uma intervenção lúdica junto às artesãs, na intenção de criar um ambiente para a reflexão dos males causados aos Rios pelo descuido humano.

Nos dias 11 e 12 de setembro (terça e quarta-feira respectivamente), as artesãs Erica Broterhood e Fefa Reis se unirão à moradora Graça Aquino para uma oficina com recicláveis no Salão da Associação Comunitária. Dia 11, de 10h às 12h. E no dia 12, na parte da tarde: de 14h às 16h.

Entre os dias 13 e 19, o foco será a educação ambiental. No dia 13, o professor Sergio Escarlate comandará uma conversa com os jovens da Escola Estadual de Araras às 10h30. No dia 15, a partir de 15 horas, o cineclube chegará ao centro comunitário Santa Luzia e Vista Alegre, com filmes e programas sobre sustentabilidade.

Nos dias 17 e 18, às 10h, ocorrerá uma intervenção para produção de cartazes que estimulem o uso correto das lixeiras e abordar a importância de separação dos descartes recicláveis e orgânicos. A ação ocorrerá nas coletoras próximas à guarita da PM na entrada de Araras.

No dia 20, também às 10h mas no Salão Paroquial, a chefe da Reserva Biológica de Araras, Isabela Lima, faz um bate-papo com os moradores sobre o significado de se viver no entorno de uma reserva.

Durante todo esse período, de 19 a 21 de setembro, ocorrerão os mutirões de limpeza com apoio da Comdep e Águas do Imperador. O encontro é às 9h e se espalham por Araras para a coleta de resíduos principalmente pelo rio. Foi através do mutirão que surgiu o Festival, que em 2017 retirou do rio como também das vias 4 caminhões com todo tipo de lixo.

O encerramento ocorre no sábado dia 22,  com uma Mostra de Sustentabilidade ao longo de todo o dia. De 9h às 17h, moradores e instituições locais poderão exibir seu trabalho no âmbito da sustentabilidade, seja através do artesanato como da produção de orgânicos ou outra ligação com o tema. A proposta é encerrar o evento evidenciando uma rede de profissionais, artistas e produtores que pensem a vida a partir do sustentável.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Projeto Araras

O Projeto Araras surgiu formalmente em 2001, mas foi resultado de um mutirão que em 99 já movimentou moradores de Araras para a limpeza do local, a principio do rio que na época já sofria com a degradação. Desse primeiro encontro, reuniões contínuas vieram a estruturar o Projeto Araras que conhecemos hoje: uma organização não governamental formalizada com 18 anos de história. O projeto é também reconhecido enquanto uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, podendo desenvolver ações com fomento público e privado.

Apesar da dificuldade inicial para o engajamento local, ao longo dos anos o Projeto têm trabalhado em uma comunicação mais efetiva para explicar o projeto para a comunidade e levar adiante a importância dessa luta. O SustentAraras é uma maneira de resgatar o envolvimento da população, construindo uma relação mais participativa. Mas o Festival de Limpeza é apenas uma das atividades desenvolvidas.

O Projeto concentra suas ações em três pontes: o Araras Ambiental, Cultural e do Bem Viver.

O programa Araras Ambiental concentra as ações ligadas à sustentabilidade como o Festival. Organizam também uma campanha de mobilização para a coleta seletiva ao longo de todo ano e ações que levam a educação ambiental para dentro das escolas. Uma ação mais recente é o Projeto Formiguinha, que visa a capacitação dos professores de Araras para que eles também possam levar a pauta da sustentabilidade para seus alunos.

O programa Araras Cultural reúne as ações principalmente ligadas à educação e compartilhamento da sustentabilidade pelas artes, com a realização de um cineclube mensal nos centros comunitários de Araras e uma edição itinerante pelas escolas e demais espaços, usando o cinema e audiovisual para debater a sustentabilidade. Também é nesse eixo que se encontra a gestão da biblioteca do projeto, localizado na sede e com visitação diária.

O programa Araras do Bem Viver é a mais recente e tem sido estruturada para pensar questões de ordenamento urbano e conscientização da comunidade sobre o debate político. Uma ação são os cafés comunitários, que fazem ponte entre sociedade civil e poder público para dialogarem os problemas locais.

Reunião do Projeto Araras para organização do Festival de Limpeza 2018

Conheça mais sobre o Projeto Araras em: http://www.projetoararas.org.br/

Siga o Projeto nas redes sociais: Facebook | Instagram

 

Comprar

Não existe comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux