#SegundaSemCarne

Você já conhece a #SegundaSemCarne? O movimento é uma iniciativa ao diálogo sobre vegetarianismo e veganismo, e um convite para novos hábitos alimentares que aqui no Brasil completou 10 anos. Lançada pela Sociedade Vegetariana Brasileira (SBV), a campanha incentiva o não consumo de carne, em qualquer uma das refeições, pelo menos às segundas-feiras, sendo um convite para que pessoas que ainda tenham uma dieta baseada no consumo de carne e derivados de animais experimentem uma nova forma de se alimentar e seus benefícios.

Apesar de simples, a iniciativa tem grandes impactos, repercutindo a pauta vegetariana na sociedade e na mídia, e sendo um abre-alas para que cada vez mais pessoas permaneçam nessa dieta, ao descobrirem como é simples e rico um consumo alimentar baseado nos vegetais. A partir de estudos que relatam os impactos da produção de carne nas florestas e emissão de gases de efeito estufa, e também uma escolha consciente diante os maus tratos aos animais, a #SegundaSemCarne propõe uma nova forma de sociedade. No aniversário de 10 anos da campanha, a SVB relata os resultados.

Já perdermos as contas de quantas pessoas se tornaram vegetarianas dando seu primeiro passo nessa caminha às segundas. E foram mais de 327 milhões de refeições oferecidas desde 2009 até o dia de hoje por meio dos nossos parceiros. A gente nem se dá conta, mas sim, a Segunda Sem Carne está mudando a realidade do consumo de carne e derivados no país.

Segundo o estudo “Less is More – Reducing meat and dairy for a healthier life and planet (Reduzindo Carne e Laticínios por uma vida e planeta mais saudáveis), publicado pela organização não governamental Green Peace em 2018, “a produção de carne emite o mesmo volume de Gases do Efeito Estufa (GEEs) de que todos os carros, caminhões, aviões e navios do planeta juntos”. No Brasil, a agropecuária é responsável por praticamente 60% das emissões desses gases, um dos causadores do aquecimento global. Diante disso, a solução apontada pela pesquisa seria reduzir a produção de carne em pelo menos 50% até o ano de 2050.

O importante é pensar que a solução profunda para os problemas ambientais a nível mundial deve ter como motor a mudança de pensamento por parte das grandes indústrias, as grandes responsáveis pela produção e consumo sem precedentes. Influenciar os hábitos individuais e alertar para a  responsabilidade  que cada um temos sobre nossos impactos tem como propósito final impactar essas grandes indústrias. Mudar o comportamento do público consumir é uma forma de fazer com que a indústria também se responsabilize por seus impactos e desenvolva novas formas de produzir e consumir, como aponta publicação da GreenPeace.

“Não se trata de ser contra toda a produção agropecuária, e sim de pensar modelos de produção mais responsáveis, menos impactantes e mais transparentes com os consumidores.”

A #SegundaSemCarne portanto é uma ação em um movimento muito maior, e uma grande metáfora para que você desperte em você o desejo da mudança. A Segunda por ser na verdade a terça, quarta, quinta ou sexta-feira, ou qualquer dia que você tenha disponível para entrar na cozinha e descobrir novos sabores. Pode começar com um, mas aumentar para dois ou três dias sem proteína animal, e se reeducar em seu ritmo e tempo.

Desenvolver novos hábitos alimentares e romper com um costume qual somos inseridos desde muito cedo, não é fácil. E por isso acreditamos ser muito saudável e responsável iniciar uma nova alimentação respeitando também os limites do seu corpo. Que tal então começar descobrindo novas receitas?

Aqui em nosso blog temos várias sugestões de pratos veganos  e vegetarianos para se inspirar! Confira:

Menu Completo Vegano

Receitas com Grão de Bico

Receitas com talos, folhas e brotos

Menu Completo Bela Gil

Pratos veganos para a ceia

Para saber mais como reduzir o consumo de carne seus impactos, acesse.

 

Não existe comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux