Celulite e alimentação

celulite

A queixa de celulite é comum às mulheres e está ligada a vários fatores como hereditariedade, influências hormonais na adolescência, gestação e uso de pílula anticoncepcional. Sob a percepção oriental, costumam ter mais celulites as mulheres que tem mãos e pés frios e a forma corporal de pera. Na medicina oriental, a deposição de gordura predominante no abdome inferior, glúteos e coxas, guarda correlação com a energia YIN, que também se relaciona com o frio, a preguiça, e sensação de “falta de energia”. As celulites são vistas como decorrentes de estagnação de energia ou uma “energia fria encarcerada”. Abdome caído, vontade de doces e diminuição da libido, fazem parte deste quadro em que ocorre concomitante à flacidez muscular. A vontade de carboidratos se justifica pela baixa de energia que sentem as pessoas mais YIN, relacionada a deficiência de um sistema denominado “baço-pâncreas”. Um docinho dá energia imediata, mas 15 minutos após este efeito volta à preguiça e aí vem vontade de mais outro doce. Com esta sucessão: mais celulites! O doce quando frequente, destrói boa parte do colágeno, e aí vem a flacidez.

Alimentos indicados às pessoas Yin (com forma corporal de pera e celulite)

  • Temperos picantes (ardidos) que nos passam a sensação de calor – pimentas de todos os tipos, gengibre, raiz forte, alho, cebola, alho-poró, noz moscada, açafrão, cheiro verde, salsa. Ativam a oxigenação, a circulação de sangue e energia.
  • Arroz integral e aveia – por serem ricas em silício, reorganizam as fibras de sustentação da pele e previnem as formações dos “furinhos” gerados pelas celulites.
  • Algas marinhas – por serem ricas em iodo estimulam a formação dos hormônios da tireoide e a deposição de gorduras.
  • Folhas verdes escuras: por serem fontes de clorofila, desintoxicante celular.
  • Atum, salmão, peixes ricos em Ômega – auxiliam na manutenção da elasticidade dos tecidos e agem como anti-inflamatórios.
  • Azeite de oliva extravirgem –são muitos os estudos que destacam os benefícios dos polifenóis: o tirosol e o hidroxitirosol presentes no azeite, de ação anti-iflamatória.
  • Óleos de peixe, chia e linhaça – por serem ricos em ômega-3, que diminui significativamente a produção e efetividade de prostaglandinas que são substâncias que acentuam a inflamação.
  • Claras de ovo – Favorecem o tônus muscular e da pele.
  • Maçã, por ser rica na fibra denominada pectina, neutraliza toxinas. No oriente é considerada fruta do equilíbrio.
  • Lima da pérsia é indicada por ser fonte de vitamina C e agir como desintoxicante do fígado.
  • As “berries” – gojiberry, cranberry, amora, framboesa, cereja. Ativam a circulação periférica.
  • Abacate é indicado por ser fonte de vitamina E, de ômega 9 e gordura monoinsaturada – todas de ação anti-inflamatória.
  • Pitanga, acerola, caju, pêssego, damasco, uvas, são fontes de vitamina C e antioxidantes. Castanhas do Pará e nozes por serem ricas em selênio e gordura moninsaturada, fortalecem os cabelos e auxiliam na prevenção do câncer.
  • Chás – marapuama, ginseng, catuaba, centella asiática, alcachofra, cravo e canela, chá verde, chá mate, chá preto, chimarrão. Evitam inchaços, ativam a circulação e a energia estagnada. Chá de cavalinha: rico em silício, contribui para aumento do colágeno e auxilia na eliminação de toxinas.
  • Água – A ingestão de líquidos, principalmente a água, ajuda a eliminar as toxinas e tratar a celulite. Devemos ingerir ao menos 2 litros de água ao dia.

Importantes Observações:

O emagrecimento reduz a aparência das celulites. Já o aumento de peso faz com que elas se pronunciem mais aos nossos olhos. Manter um bom peso às custas de uma alimentação saudável com alimentos “orgânicos” é essencial para a prevenção de novas celulites e redução do volume das que já existem.

Se você fuma, tem celulite e quer melhorar este quadro, pare de fumar! Para cada escolha tem uma renúncia. O cigarro reduz a oxigenação periférica e piora ainda mais a aparência da pele propiciando o surgimento de varizes superficiais próximas aqueles “furinhos” causados pela fibrose das celulites.

A constipação intestinal também faz com que haja acúmulo de toxinas no corpo. Cuide do bom funcionamento do intestino aumentando o consumo de alimentos ricos em fibras como os cereais integrais, verduras e sementes de linhaça.

Evite edemas: reduza o consumo de sódio, causador de retenção hídrica, que pode agravar o quadro de celulite e retenção de toxinas. Diminua o consumo de sal, enlatados, alimentos em conservas, embutidos e alimentos industrializados.

E sempre que possível: Reduza o Estresse.

Até a próxima!

Colar Energia Aberta Bemglô

Colar Energia Aberta Bemglô

Comprar

 

 

2 Comments

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux